Subscribe:

domingo, 19 de agosto de 2012

Pré- Modernismo e Vanguardas- Resumo


Pré- Modernismo

Momento Histórico

- O Brasil era governado por presidentes que representavam a classe dominante dos estados de Minas Gerais e São Paulo.Foi chamado de REPÚBLICA CAFÉ – COM – LEITE
- Chegada de imigrantes
- Ciclo da borracha da Amazônia
- Urbanização e industrialização de São Paulo e Rio d Janeiro
- Greves em São Paulo
- Cangaço no Nordeste e Guerra de Canudos


 * O Pré-Modernismo na literatura refletiu esse momento de agitação da nossa história. Não pode ser considerado uma escola literária; foi um período de transição da Literatura Brasileira, em que várias tendências artísticas aconteceram ao mesmo tempo.
* O pré- modernismo surgiu da insatisfação dos jovens escritores com a literatura da época, quando os escritores estavam mais preocupados em retratar o mundinho cor-de-rosa das elites, com suas festas, saraus e tudo aquilo que era “podre de chique” (expressão usada na época).
Marco Inicial

“Os sertões”, de Euclides da Cunha, em 1902.

Características

* Ruptura com o passado
* Denúncia da realidade brasileira
* Regionalismo

Principais autores

- Euclides da Cunha: (1886- 1909)

Escreveu “OS sertões”, obra que marcou o início do Pré- Modernismo.

Os sertões:  Euclides da Cunha, ao escrever o livro, tinha, inicialmente a intenção de registrar a Guerra de Canudos para o Jornal “O Estado de S.Paulo”, para onde trabalhava. Foi dividido em três partes, a saber:

- A terra: apresenta uma descrição detalhada da região
- O homem: caracteriza o sertanejo que vivia aquele momento
- A luta: Apresenta um relato do conflito entre as forças militares e os homens guiados pelo beato Antonio Conselheiro

- Lima Barreto: (1881- 1922)

Escreveu “Triste fim de Policarpo Quaresma”

- Monteiro Lobato (1882- 1948)

-Faz uma denúncia dos problemas da realidade
-Retrata o regionalismo
- Desenvolveu a literatura infantil

Escreveu:
- Urupês, Cidades Mortas, Idéias de Jeca Tatu, E o Sítio do Pica-pau Amarelo

-Augusto dos Anjos (1884- 1914)

Publicou um único livro “EU”
Sua poesia apresenta importantes traços simbolistas

Vanguardas Européias

            No período compreendido entre a Primeira e a Segunda Grande Guerra surgiram, na Europa, uma série de movimentos artísticos intitulados de Vanguardas Européias. Também conhecidas como “Os 5 ismos”, elas tinham em comum o questionamento da herança cultural legada pelo século XIX. São elas:
-Cubismo: Teve como principal representante Pablo Picasso. Tinha como proposta mostrar os objetos “cubificados”, de forma que pudessem ser vistos sob todas as perspectivas e ângulos.
- Futurismo: Teve como idealizador Filippo Tommaso  Marinetti. Tinha como proposta a destruição total do passado,o fascínio pela guerra, a demolição de  museus e bibliotecas. A exaltação à modernidade, à velocidade, aos carros e aviões.
- Expressionismo: Retrata o lado obscuro da humanidade, retratando nas faces a angústia e o medo. É a manifestação do interior dos er humano. Teve como gradne representante Van Gohg e Edvard Munch
-Dadaísmo: Fundado por Tristan Tzara, o nome Dadaísmo não significa nada. Tem como proposta abolir a lógica, o racional, propondo a espontaneidade, o caos.
- Surrealismo: Tinha como proposta alcançar o inconsciente ( e o sub) do homem, valorizando a loucura, o sonho, a imaginação. Teve como grandes nomes Salvador Dali e René Magritte.

6 comentários:

Samanta disse...

Mário de Andrade pode ser classificado como futurista, mesmo tendo declarado no prefácio de Pauliceia Desvairada que não era?

Samanta disse...

Li que 'Dada' foi escolhido de forma aleatória no dicionário francês de significava 'cavalinho de pau, brinquedo de criança.'

Aline Michelle disse...

Mário de Andrade era Futurista à medida que rompia com estruturas passadistas... à medida que inovava a linguagem e os temas de suas obras e que celebra o novo, o fora do comum, nas mesmas. Ao negar q era Futurista (de Marinetti) ele o fez devido a uma postura adotada pelo próprio Marinetti, ao se assumir como fascita, e os escritores brasileiros não simpatizam com essa posição.

Aline Michelle disse...

eXATAMENTE!! De forma ALEATÓRIA...logo não significa efetivamente nada! Pelo menos não tem um significado que seja relevante artisticamente, em qualquer setor:literário, musical, plástico... saber o que significa a palavra 'dadá' é uma mera satisfação de curiosidade que em nada muda o fato de não ter significado algum, de ser totalmente sem sentido, irracional, caracterizando exatamente o que se queria com a vanguarda em questão!

Samanta disse...

O que é 'Costumbrismo'?

Aline Michelle disse...

Não sou conhecedora da literatura espanhola. Sugiro que procure mais informações em um site que se proponha a estudar a língua hispânica, ou um professor habilitado para tal.

Postar um comentário

Postar um comentário